segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Menos que ninguém!


Um terço dos municípios está com graves dificuldades financeiras
Paula Cravina de Sousa 
21/10/10 00:05
Estamos bem entregues!!!!

Das 100 autarquias em dificuldades, 50 arriscam-se a ficar sujeitas a um plano de reequilibro financeiro e a um controlo mais apertado por parte do Governo.
No ano passado 100 dos 308 municípios enfrentavam sérias dificuldades financeiras. As listas publicadas pela Direcção-Geral das Autarquias Locais mostram que entre os municípios em desequilíbrio estrutural e conjuntural, 50 apresentavam condições mais graves e correm o risco de serem acompanhadas mais de perto pelo Governo.
Daqueles 50, os municípios de Fornos de Algodres, Povoação, Vila Nova de Poiares, Celorico da Beira e Nazaré apresentam os priores resultados. Por exemplo, Fornos de Algodres aparece no topo da lista como não tendo conseguido cumprir nenhum dos critérios. Entre outros, o município ultrapassou o limite de endividamento de médio e longo prazos, as dívidas a fornecedores são superiores a 50% das receitas totais e o prazo médio de pagamento de dívidas é superior a seis meses. No entanto, este município já tem definido um plano de reequilíbrio financeiro aprovado ao abrigo da actual Lei das Finanças Locais (LFL).
Estes municípios, por não terem cumpridos os requisitos enquadram-se na situação de reequilíbrio financeiro, no entanto, estas situações encontram-se ainda sujeitas a contraditório, indica a DGAL. Caso sejam inseridos naquela situação, as autarquias terão de iniciar um plano de reestruturação financeira, sujeito a condições específicas e a uma monitorização apertada por parte do ministro que tutela as autarquias. E caso não consigam cumprir o plano traçado - que tem de ser aprovado pelo ministro das Finanças e pelo ministro que tutela as autarquias - terão uma retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Estabilização Financeira até à regularização da situação.
*Leia a versão completa na edição de hoje do Diário Económico
Noticia do "Diário Económico"

2 comentários:

Carlos Filipe disse...

"Parabéns a vocês"
Nesta data perdida,
Muita incapacidade
Em muitos anos de vida.

Hoje em dia o que resta?
Perguntam as nossas almas
Para os meninos da foto ...

... uma salva de ... !

Cigarra disse...

Tenham tudo o que merecem
O que da incompetência advém
Tenham muita vergonha
E um ordenado também...

lol