sábado, 5 de fevereiro de 2011

The Biggest Loser - Especial Autarquias


Esta é a última solução encontrada pelo Governo, na desesperada tentativa de reduzir o passivo das mais variadas autarquias do País.

"Com uma mecânica muito simples, este reality show reúne um grupo de autarquias sobreendividadas, que são submetidas a uma recuperação financeira. Claro que a transformação no dia-a-dia vai mais além da poupança, por isso, os concorrentes têm de esquecer a vida despesista que sempre levaram e dedicar-se afincadamente à eficiência financeira.

Quem fica e quem sai não é decisão dum júri, mas sim do tribunal de contas! Todas as semanas são aferidas as descidas do passivo e o relatório de contas dita o seu veredicto. Quem perder menos passivo é eliminado.

O programa conta com uma equipa de economistas e assessores que são responsáveis por colocar os concorrentes na “linha”.

"Biggest Loser - Especial Autarquias" espera-se que se torne um sucesso mundial, e sirva para resolver os problemas do resto do mundo.


2 comentários:

Carlos Filipe disse...

CV

Olá!
Chamo-me Nazaré e quero participar neste vosso magnífico concurso.
Tenho cerca de 15 000 habitantes (13 000 dos quais à espera dos postos de trabalho prometidos nas últimas eleições autárquicas) e peso 30 000 000€ de dívida nos bolsos dos contribuintes portugueses - os doces são a minha perdição! Os meus 7 maridos, advindos da minha natureza polígama, dizem-me que, apesar da evidência dos números, sofro de anorexia, mas gostaria de ter uma segunda opinião.
Espero que a alteração do meu lema "menos que ninguém" para "(devo) mais do que todos" não seja um factor de exclusão, por excesso de habilitações!

Atentamente
Nazaré

Cigarra disse...

Olá Senhora Nazaré!

As inscrições estão abertas para quem sentir que reúne as características necessárias para o concurso.
Ainda assim, e tendo em conta a discrição feita por si, devo informar, que o concurso indicado para si será o "Extreme Makeover - autárquico" dada a necessidade de uma terapia de choque!

Sem mais assunto, resta-me desejar-lhe as sinceras melhoras.